Internacional português atua no Lille 

José Fonte confirma proposta do Sporting: «Não foi pela minha parte»

2020/02/17 12:14
Texto por Redação
E5

Aos 36 anos, José Fonte vive um dos momentos mais estáveis e mais prósperos da sua carreira. O experiente defesa central é o atual capitão do Lille e, em entrevista ao jornal Record, revelou o que o levou a mudar-se para França aos 34 anos, garantindo ainda que o regresso a Portugal não é uma porta fechada. 

«O que me agradou mais foi o facto de o clube [Lille], através do presidente, treinador e o diretor desportivo Luís Campos, demonstrar interesse em contar com comigo e o que podia trazer dentro e fora de campo. Foi-me dito que contexto vinha para o clube e o projeto deixou-me entusiasmado», começou por dizer o internacional português, confessando que antes disso chegou a receber uma proposta do Sporting. 

«Porque não? Ficou sempre esse desejo de voltar pela porta grande. Estou feliz no Lille, sinto-me querido, estou agradecido ao Luís Campos e ao presidente por continuarem a acreditar e vou continuar aqui até precisarem de mim. Mas nunca podemos dizer que não. Quando recebi o convite do Lille recebi também outra proposta de Portugal», acrescentou o jogador, confirmando a proposta dos leões que, por motivos alheios ao jogador, nunca se chegou a concretizar. 

«Não foi pela minha parte. Não sei o que aconteceu. Mas eu estava contente pela abordagem do Luís Campos e do projeto do Lille e aceitei vir para França», atirou o central. 

«Quando tens Aguero, Salah, Mané e Firmino, esses craques, se falhas uma vez eles marcam»

Depois de uma década em Inglaterra, onde representou Crystal Palace, Southampton e West Ham, José Fonte recordou ainda os seus primeiros meses em terras de Sua Majestade e de que forma evoluiu.

«Saí de Portugal aos 23 anos para Inglaterra como um central habituado a jogar pelo chão, um jogo mais pausado e técnico. Assinei pelo Crystal Palace e fui para o Championship, um campeonato em que era o verdadeiro 4x4x2, jogo direto e quase sem meio-campo. Bola cá, bola lá, muita disputa no ar e muitos duelos e intensidade física. Cheguei a Inglaterra com 79 kg e estava a jogar contra avançados de 2 metros e 100 kg. Os primeiros dois, três meses foram complicados. Fui para o ginásio para ficar mais forte para ganhar duelos e bolas aéreas. Ia treinar quase todos os dias, pedi um programa ao preparador físico e, passados quatro meses, fiquei com 82/83 kg. Comecei a ter mais sucesso e a jogar mais vezes. Quando fui para a Premier League desenvolvi e melhorei a tomada de decisão. Quanto menos erras, melhor. Quando tens Aguero, Salah, Mané e Firmino, esses craques, se falhas uma vez  eles marcam. É errar o menos possível. Tive de melhorar a minha concentração e pensar melhor o jogo, o que os vários momentos do jogo precisam. E isso também vem com a experiência», recordou Fonte. 

Acerca do futuro, o defesa garantiu que ainda se sente motivado para continuar e que, apesar dos 36 anos, ainda se sente capaz de jogar mais dois ou três anos: «Tenho mais um ano de contrato e sinto-me bem e motivado. Tenho prazer em treinar todos os dias, em melhorar e ajudar os meus colegas. Para mim e muitos é o melhor trabalho do mundo. Fazer o que gostas é importantíssimo. Vejo-me a jogar mais dois ou três anos a este nível». 

«O Fernando Santos tinha-me dispensado do Sporting e do Benfica»

Campeão Europeu por Portugal em 2016, José Fonte fez a sua primeira internacionalização aos 30 anos, pela mão de Fernando Santos. Técnico que, curiosamente, Fonte já conhecia bem das suas passagens pelo Sporting e pelo Benfica e cujas recordações não eram nada positivas...
 
«Nunca desisti dos meus sonhos. É como diz, mais vale tarde do que nunca. Sempre lutei para conseguir esses sonhos e estou satisfeito. Claro que gostava que tivesse sido mais cedo, mas há que seguir e dar um passo a seguir ao outro. Fui para Inglaterra e fiz uma carreira bonita de 10 anos de futebol inglês. E depois a seleção, aos 30 e muitos...já não esperava. Não fui chamado quando Paulo Bento estava na seleção e depois, quando chegou Fernando Santos, que me tinha dispensado do Sporting e do Benfica, pensei que ia ser mais complicado. Mas o mundo do futebol é estranho e houve um volte-face curioso. Eu e o Fernando rimo-nos muito agora sobre isso, porque depois de não me ter dado oportunidades, deu-me a oportunidade mais importante da minha vida. Estar-lhe-ei sempre agradecido e sempre que ele precisar de mim, tenha eu 40 ou 50 anos, vou estar lá porque ele acreditou em mim quando mais ninguém acreditou», afirmou o atual jogador do Lille. 

Portugal
José Fonte
NomeJosé Miguel da Rocha Fonte
Nascimento1983-12-22(36 anos)
Nacionalidade
Portugal
Portugal
PosiçãoDefesa (Defesa Central)

Fotografias(58)

Comentários (2)
Gostaria de comentar? Basta registar-se!
motivo:
bom central
2020-02-17 15h19m por naosabesonde
lembro-me dele jogar no setúbal e nessa altura já se via que era bom jogador
TI
A_brigada
2020-02-17 14h35m por tink
Sim, devem ter dito que têm a mesma idade que o Mathieu e o Pepe! 2 dos melhores centrais da liga!
Tópicos Relacionados
OUTRAS NOTÍCIAS
Outras ligas
Contratos terminam a 30 de junho
O Ajax confirmou esta terça-feira que não vai renovar contrato com todos os futebolistas que terminam contrato a 30 de junho, incluindo o histórico avançado Klaas-Jan ...
ÚLTIMOS COMENTÁRIOS
AcaroInformatico 31-03-2020, 20:37
Tiki-Taka_ 31-03-2020, 20:20
Markes88 31-03-2020, 20:10
iSMURF4 31-03-2020, 20:10
MisticaEncarnada 31-03-2020, 20:06
vnlf 31-03-2020, 20:04
MisticaEncarnada 31-03-2020, 20:00
manueldesousa 31-03-2020, 19:55
vnlf 31-03-2020, 19:52
ReturnoftheEagle 31-03-2020, 19:50
newone21 31-03-2020, 19:47
PO
PORTOTUGA2 31-03-2020, 19:43
newone21 31-03-2020, 19:42
vnlf 31-03-2020, 19:39
PO
PORTOTUGA2 31-03-2020, 19:38
rmhmp 31-03-2020, 19:38