betclicpt
      Bancada de Leão
      Pedro Varela
      2020/05/21
      Comecei a escrever sobre futebol e sobre o Sporting no primeiro grande blogue de futebol em Portugal, o Terceiro Anel do Rui Malheiro e nunca mais parei. Actualmente escrevo no Bancada de Leão, faço parte do podcast Sporting160 e nesta coluna irei abordar o Sporting, a paixão pelo clube e os assuntos que considero mais relevantes para que seja possível “Que o Sporting seja um grande Clube, tão grande como os maiores da Europa”.

      Tinha prometido que os meus textos seriam, principalmente, sobre futebol, mas estava longe de imaginar que iríamos entrar num período estranho e inédito devido a esta pandemia. Hoje volto à escrita para falar da Venda da Maioria da SAD do Sporting Clube de Portugal e porque o assunto tem sido debatido por muitos Sportinguistas e acaba por ser relevante.

      Se o dia chegar em que o Sporting Clube de Portugal perca a maioria do capital da SAD então é também o dia em que deixarei de viver apaixonadamente pelo clube e, provavelmente, desligo-me quase por completo e não mais me preocuparei com o que por lá se passar.

      Quero voltar uns anos atrás quando o Sporting foi pioneiro da criação da Sociedade Anónima Desportiva. Fui a favor, achei que era possível com este passo profissionalizar e dotar o clube de competência. Já voltarei a isso.

      Todos os últimos Presidentes que têm passado pelo clube (Varandas, Bruno de Carvalho, Godinho Lopes) dizem e escrevem nos seus programas que perder a maioria da SAD nunca irá acontecer. Acredito que uns sintam mais isso que outros, mas também todos sabem que com as VMOCs emitidas, mecanismo que entrou no clube em 2011, esse cenário poderá acontecer se não procedermos à sua recompra. Os bancos, numa primeira fase, ficariam com uma % da SAD e depois, certamente, iriam vender a quem se mostrar disponível para comprar.

      Não vou agora fazer as contas, porque não é disso que se trata, mas ainda há 2 anos o Sporting precisaria apenas de 40 milhões de euros para garantir que a sua posição chegaria aos quase 90% do capital da SAD. Portanto, está bem à vista que, em primeiro lugar, depende da direcção que está à frente do clube para que isso não falhe e, em segundo, depende dos sócios e de quem estes colocam à frente dos destinos do clube para que tudo continue como está e conhecemos.

      Voltando à questão da maioria da SAD, nas últimas semanas, um conjunto de escribas da nossa praça com ligações fortes à comunicação social, e por isso aparecem a escrever uns parágrafos em jornais com elevada tiragem, vieram defender a venda da SAD e a entrada de um investidor. Inclusive, dão exemplos de mercados como o britânico e o alemão, como se fosse comparável, escalas muitos superiores, esquecendo-se, por exemplo, dos vizinhos aqui do lado em Espanha, como exemplo contrário.

      Mas, sinceramente nada disso interessa. A venda da SAD em nada resolveria os problemas do Sporting. Quanto muito, alguns de curto prazo seriam resolvidos, mas, com um mercado como o português, pequeno e empobrecido, quando comparado com os grandes exemplos que normalmente dão de países ricos, seria o adiar para que a identidade do clube, tal como a conhecemos, morresse e desaparecesse por completo.

      Algum investidor irá meter dinheiro no nosso clube quando perceber que a taxa de retorno do investimento é baixíssima e que dificilmente recuperará o seu investimento, quanto mais ganhar acima do investido, percebendo, facilmente, que o seu negócio estará muito dependente da bola que entra ou vai ao poste? Da venda de uma grande estrela que pode ou não ser produzida ou encontrada?

      Não se esqueçam que, com a entrada de um investidor que garantisse a maioria do capital da SAD do Sporting, nesse dia, todos nós, que estivéssemos contra, deveríamos entregar o nosso cartão de sócio e esperar receber pelo correio o novo cartão de cliente do Sporting. E, claro, as modalidades ou se tornavam auto suficientes ou então seriam condenadas à sua extinção. O ecletismo do Sporting seria enterrado nesse preciso momento!

      O Sporting não precisa de um investidor, mesmo sabendo que o dinheiro dá jeito. O Sporting precisa de profissionais competentes e de construir uma estrutura que seja capaz de, ao longo do seu mandato, executar os pontos que apresenta no seu programa. E isso, como todos sabemos, ainda recentemente aconteceu. O primeiro mandato de Bruno de Carvalho, como já fiz alguns textos sobre isso, teve uma taxa de execução muito elevada do seu programa e por isso é que muitos sócios relembram esse mandato como muito positivo. Não era fácil, e o Sporting continuava com muitas dificuldades financeiras, mas havia um rumo definido. Depois....enfim...não vou voltar a essa conversa, é passado.

      Não vou entrar agora na discussão de competência, mas deixo apenas algumas notas. Um Gestor (ou um Dirigente máximo do clube) é alguém que organiza, planeia (alto nível), dirige e controla o trabalho dos outros, afim de produzir um determinado trabalho que é avaliado, em última instância, e talvez na mais importante, pelos sócios e adeptos do clube. A sua avaliação será em função de critérios de eficiência e eficácia dos resultados alcançados. Parece simples, certo? E é!

      A venda da SAD, como muitos preconizam, não resolve nada. A Sporting SAD é uma empresa, como todos sabemos, mas como costumo dizer, bem diferente da Sonae, Jerónimo Martins e afins, só para citar alguns, pois nestas empresas os clientes hoje vão a uma determinada loja de uma marca e amanhã vão a outra, a paixão pela marca é breve (no contexto da vida de uma pessoa) mas muito impessoal.

      No Sporting, os clientes são para lá de toda a vida, e isso faz toda a diferença! 



      Comentários (10)
      Gostaria de comentar? Basta registar-se!
      motivo:
      TG
      King_lion.
      2020-05-22 21h48m por TGQ08
      É rigorosamente assim, nem tirar nem pôr!
      Embora discorde relativamente ao papel de Bruno de Carvalho, que apadrinhou o reatamento da relação entre o SCP e Ricciardi, um dos maiores promotores da venda da posição maioritária do Clube na SAD.
      Chega a ser nauseante a leviandade com que Frederico Varandas apregoa aos sete ventos a necessidade de revitalizar a Academia e o seu papel, quando, pela mão de Hugo Viana, o seu mandato tem sido caracterizado por uma postura diametralm...ler comentário completo »
      . . .
      2020-05-22 20h56m por King_lion
      Concordo com o Pedro Varela. O Sporting não precisa de abdicar da sua soberania, precisa é de ser gerido por gente competente, que é o que tem faltado de há dois anos para cá.

      Também me parece que os arautos da pretensa necessidade da venda da SAD não o são pela tão propalada sustentabilidade financeira mas sim por ser a forma de governo idealizada por estes senhores. Fechada e sem participação associativa. É a tal cultura de castas que tragicamente está tão entranhada neste...ler comentário completo »
      TG
      SCP.
      2020-05-22 20h50m por TGQ08
      Frederico Varandas deixou a nu as suas verdadeiras cores, sugerindo uma perda de soberania em nome exclusivo de rios de dinheiro. Comporta-se como um descarado boneco nas mãos dos Álvaros Sobrinhos desta vida.
      Os adeptos e os sócios querem que a Academia e o Clube estejam umbilicalmente ligados e em permanente harmonia; e, como o evidencia a história recente, é com recurso à "prata da casa" que o Sporting mais perto se acha de conquistas desportivas.
      O resto é conversa e tem...ler comentário completo »
      SA
      Xavier1972
      2020-05-22 16h11m por santossantos
      A realidade do PSG recebeu um investimento superior a 1000 milhões, ou seja, a compra do clube nada tem nada a ver com lucro.

      No Sporting só é possível ter lucro sem objectivos desportivos, porque a Primeira Liga não gera valor nenhum, nem a Champions sustenta um grande plantel.
      Venda da SAD
      2020-05-22 11h29m por Xavier1972
      Não vejo qual o problema.
      Um investidor que tenha a maioria da SAD quer fazer dinheiro e isso só acontece com a aposta na equipa, com uma equipa forte e que consiga estar constantemente na Liga dos Campeões.
      A comparação nunca pode ser efetuada com as SAD's, com o devido respeito, do Beira Mar, Belenenses e Portimonense, estas SAD's a única forma de ganhas "tostões" é com a compra e venda de jogadores.
      No Sporting a perspetiva é muito mais elevada, ganha-se com a...ler comentário completo »
      AN
      90% da SAD
      2020-05-22 11h16m por andremiranda751
      Realmente tivemos a possibilidade de há 2 anos, garantir cerca de 90% da SAD, no entanto, viu-se o que aconteceu quando isso passou de uma possibilidade a realidade. . .
      . . .
      2020-05-22 01h29m por VocesSabemLa
      queres ter 100% de nada
      SA
      __5CP__
      2020-05-22 00h24m por santossantos
      Pois, uma direcção só pode ter sucesso se convencer os adeptos que o clube não é candidato ao título. Benfica, Porto e Sporting só aguentam altos orçamentos a ganhar, e o Sporting não ganha há imenso tempo.

      Todos os clubes grandes querem vitórias, mas o futebol hoje é muito diferente, acabou o tempo em que um Jardel e JVP ganhavam o campeonato, é preciso muita organização.

      Pedir a venda SAD é outra forma de acreditar que as vitórias acontecem de um dia para o outro.
      Santossantos
      2020-05-21 22h56m por __5CP__
      Concordo em absoluto. Um investidor que apenas quisesse dinheiro podia baixar o nivel de exigencia do Sporting, dedicar-se a desmamar putos e a coloca-los em massa, com o Sporting a ficar a lutar pelas competicoes europeias e nada mais. O problema é que o Sporting é para lutar por titulos sempre - se calhar deviam se afastar e fazer isso um bocadinho para amealhar, mas isso é outra historia - os adeptos não iam deixar, o presidente n ia aguentar e as malditas claques iam procurar desviar o...ler comentário completo »
      SA
      Vender fantasias
      2020-05-21 21h53m por santossantos
      Concordo totalmente que a venda da SAD nada resolve. É preciso ter muita "lata" para defender essa opção.

      Apenas discordo quando se afirma que a "taxa de retorno do investimento é baixíssima". Pelo contrário, se alguém comprasse o Sporting podia ter um enorme retorno do investimento, é por isso que é absurdo vender a SAD. Se tivesse dinheiro para investir no futebol seria um sonho comprar a SAD do Sporting por 50 milhões (ou até mais).

      É relativamente fácil ...ler comentário completo »
      OPINIÕES DO MESMO AUTOR
      Bruno Fernandes foi transferido para o Manchester United e já é um Red Devil. Há muitas leituras que podem ser efectuadas com esta transferência. Umas mais ...
      31-01-2020 09:55E1
      Tenho saudades de falar apenas do futebol do Sporting. Hoje em dia, um Sportinguista é um especialista de bancada em futebol (e também modalidades), direito, ...
      20-11-2019 21:56E5
      Opinião
      Pelas minhas gavetas do futebol
      Tiago S. Nogueira
      O sítio dos Gverreiros
      António Costa
      Pontapés na atmosfera
      Pedro Fragoso
      O sítio dos Gverreiros
      António Costa
      A preto e branco
      Luís Cirilo Carvalho