betclicpt
      O meu mundo aos quadrados
      José Pedro Pais
      2019/11/03
      E3
      "O meu mundo aos quadrados” é uma coluna de opinião que pretende fugir ao império comunicacional dos três grandes, sob a perspetiva de um adepto do futebol pela positiva, profissional e transparente, que por acaso é boavisteiro.

      Boavista x Braga (análise)

      O Estádio do Bessa acolheu esta semana um clássico do futebol português: Boavista x Braga.

      Estas equipas defrontaram-se pela 111.ª vez, debaixo de uma neblina que serviria de mote ao destino da equipa minhota: um enorme pesadelo.

      Um pesadelo que, dada a sua recorrência, já começa a parecer a saga de “Elm Street”.

      O guião do filme é fácil de explicar e já tinha sido identificado na sinopse da crónica anterior.

      O Boavista entrou bastante confortável no jogo e o golo madrugador de Rafael Costa (logo aos 6 minutos) veio reforçar a confiança e solidificar a forte organização defensiva axadrezada.

      Desde esse momento até praticamente ao final do jogo, assistimos a um jogo denso, com os visitantes a assumirem – consentidamente – o controlo do jogo, tentando encontrar formas de criar perigo dentro da organização defensiva do Boavista e permeando-se a contra-ataques que poderiam ter decidido o encontro mais cedo.

      A sentença acabou por chegar perto do final do encontro, quando Mateus partiu completamente os rins ao Palhinha e, isolado perante um desamparado Matheus (com “h”), finalizou com bastante classe.

      A elevada diferença de orçamentos entre as duas equipas não tem sido suficiente para anular a frustração que os minhotos sentem ao entrar no Estádio do Bessa, o que é paradigmático da grandiosidade do Boavista.

      O Boavista regressou às vitórias dois meses depois da vitória em Belém (pelo meio existiu uma longa paragem para seleções e taça), manteve a sua invencibilidade, manteve o registo vencedor perante o rival em casa, manteve o seu impressionante registo defensivo, manteve o recorde de pontos alcançados na 9ª jornada (desde o regresso à primeira divisão) e encheu de felicidade todos os adeptos Boavisteiros que se deslocaram ao estádio.

      Parabéns a todos!

      V. Setúbal x Boavista (antevisão)

      Nesta jornada tripla segue-se um jogo de elevada exigência para o Boavista: a visita a Setúbal.

      Bem sei que não existem jogos fáceis no campeonato português para a maioria das equipas. Ainda assim, existem jogos que, atendendo ao histórico de confrontos, permitem o reforço da sua confiança num desfecho positivo. Setúbal, para o Boavista, é um caso destes.

      Antes de desdobrar esta minha análise, gostaria de fazer referência a um preâmbulo muito mais interessante: o Boavista e o V. Setúbal são dois clubes amigos.

      Amigos no sentido mais desejável da palavra. Os adeptos dos dois clubes convivem amigavelmente antes e após os jogos entre as equipas e reservam frequentemente palavras de apoio e solidariedade para os adeptos da outra equipa nos momentos mais difíceis. Os incidentes ocorridos no jogo de Setúbal na temporada passada em nada beliscaram esta bela amizade, pelo contrário, reforçaram-na.

      Já perdi a conta à quantidade de exemplos que evidenciei comprovativos deste digno caso de estudo, que merece, por si só, uma crónica isolada.

      Em relação ao jogo de amanhã, imagino que será um jogo bastante fechado entre duas equipas que apresentam boa consistência defensiva e algum desconforto na posse de bola. Acredito que será um jogo com poucos golos, como resultado desta solidez defensiva mútua, com um ligeiro ascendente do Boavista que, para além de estar bem classificado, apresenta-se com o élan de nunca ter perdido com o V. Setúbal, em jogos a contar para o campeonato, desde que regressou à Primeira Divisão, e com a possibilidade de subir – de forma isolada – à bastante honrosa 5.ª posição do campeonato (isto partindo do pressuposto que o Sporting vence o Tondela).

      Vamos com tudo, amigos!



      Comentários (3)
      Gostaria de comentar? Basta registar-se!
      motivo:
      AL
      ahahahah
      2019-11-05 20h30m por alexbfc
      Eu aprecio muito a obsessão deste lagesgr com o autor desta crónica. .

      É "tãoooooooo Boavista".
      Paulinho
      2019-11-05 00h05m por lagesgr
      Não percebo. Mas é que nao percebo mesmo. Cm é q paulinho finalmente teve "palco" e o boavista nao ganhou. Nao da para perceber. . .
      Amigos
      2019-11-04 14h31m por mikeR
      O Vitória e is seus adeptos convivem antes e depois dos jogos com todos os adeptos re outros clubes, excepto os que nao aceitam esse convite.
      Sao 3 ou 4 que nao aceitam, porque nao sabem o que é realmente o futebol e a sua essencia. . .
      Ou dela se esqueceram enebriados pelo poder e ou a corrupçao instalada no mesmo.

      Faço votos que todas as equipas cujos adeptos sabem comungar dos ideais do desporto se unam e celebrem o futebol .
      Quer ganham ou percam, o...ler comentário completo »
      OPINIÕES DO MESMO AUTOR
      Terminou o ano e, como sempre, é altura de fazer uma reflexão sobre o ano (civil) axadrezado. O Boavista entrou em 2019 na 13ª posição do campeonato, ...
      09-01-2020 11:01E1
      Lito Vidigal foi despedido do Boavista sem grandes surpresas após quatro derrotas nos últimos cinco jogos. No futebol, como na vida, o que hoje é verdade, amanhã ...
      17-12-2019 22:02E8
      Não vou fazer qualquer análise subjetiva ao jogo de ontem. Sobre isso já foram escritos centenas de artigos e estão a ser televisionadas centenas de horas de debates....
      07-12-2019 17:45E15
      Opinião
      A Coluna é do Cavani
      A Culpa é do Cavani
      A preto e branco
      Luís Cirilo Carvalho
      Pelas minhas gavetas do futebol
      Tiago S. Nogueira
      O sítio dos Gverreiros
      António Costa
      Pontapés na atmosfera
      Pedro Fragoso